FAPEC realiza o maior concurso da história do MP-MS

30849455_10208818084089743_1152841888_o

A prova preambular do Concurso Público de Provas e Títulos para Ingresso na Carreira do Ministério Público, para o Cargo de Promotor de Justiça Substituto, aconteceu ontem (23) em Campo Grande – MS. Mais de 3000 candidatos participaram da prova, divididos em 95 salas da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Houve 22.01% de abstenções.

Muitos vieram de longe para prestar a prova, como é o caso do goiano Anddre Udyllo Gamal de Diniz Mesquita de 28 anos. Ele, que participa de concurso há um bom tempo, disse que a expectativa é sempre boa, porém como a prova é de nível alto e com candidatos muito bem preparados, a atenção e a tranquilidade têm que ser redobrada. “Como ritual antes da prova eu gosto de entrar uns cinco minutos antes, rezar e acalmar o coração para fazer uma prova tranquila”, explicou.

O Secretário Executivo da Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura, Herbert Assunção, anunciou com grande satisfação que todo o processo do certame foi realizado com total confiança do MP-MS na expertise e idoneidade da equipe Fapec. “A execução de concursos de instituições como o Ministério Público é sempre muito gratificante, pois prova o reconhecimento de que nosso trabalho tem rigor técnico e transparência. Já recebemos um feedback muito positivo dos candidatos em termos de credibilidade, competência e nível da prova”, afirma Herbert.

A Banca Examinadora composta pelo Procurador-Geral de Justiça, Paulo Cezar dos Passos; pelo Procurador de Justiça, Hudson Shiguer Kinashi; pelo Procurador de Justiça, Silvio Cesar Maluf; pela Procuradora de Justiça, Jaceguara Dantas da Silva; e pelo Advogado e representante da OAB/MS, Stheven Ouriveis Razuk, acompanhou todo o processo.

O Presidente da Comissão do Concurso, Procurador-Geral de Justiça Paulo Cezar dos Passos ressaltou que o concurso foi um sucesso e a organização primou pela excelência. “Gostaria de agradecer aos servidores do MPMS, aos Membros da Comissão Hudson Shiguer Kinashi, Silvio Cesar Maluf, Jaceguara Dantas da Silva, além dos representantes da OAB/MS pelo excelente trabalho”. Paulo Cezar dos Passos salientou ainda a eficiência e profissionalismo da FAPEC, que prestou auxílio à Comissão do Concurso, e ao Promotor de Justiça e Chefe de Gabinete do PGJ, Alexandre Magno Benites de Lacerda, que também realizou um excelente trabalho junto à Comissão.

Do provimento de 10 cargos para Promotor de Justiça Substitutos, 10% foram reservados para candidatos com deficiência e 20%, aos candidatos negros. A prova ocorreu de forma tranquila e todos os candidatos que solicitaram, receberam atendimento especial.

As provas escritas abrangeram as seguintes disciplinas: Direito Constitucional; Direito Penal; Direito Processual Penal; Direito Civil; Direito Processual Civil; Tutela de Interesses Difusos e Coletivos; Direito Administrativo; Direito Eleitoral; Direitos Humanos; Língua Portuguesa e Direito Institucional do Ministério Público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 − 2 =